quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Parte da membrana (LONA) descostura, mas AG minimiza problema

A película, fixada nas folhas metálicas, apresentou problema no canto direito superior. AG lembra que membrana ainda está em fase de colocação.
A parte superior de uma das membranas (mais conhecidas como LONAS) instaladas no estádio Beira-Rio descosturou na manhã desta quarta-feira  A película, fixada nas folhas metálicas do chão até o topo, apresentou o problema no canto direito.

Membrana do Beira-Rio descostura (Foto: Reprodução/ RBS TV)



 















Nesta terça, um temporal atingiu Porto Alegre, com granizo em pontos da capital gaúcha. Não há, entretanto, a confirmação de que a chuva possa ter relação com o ocorrido. A Andrade Gutierrez, construtora responsável pela reforma, minimiza o problema. Afirma não ter posicionamento oficial sobre o assunto, uma vez que a membrana ainda está em fase de instalação e não passou pelo processo de finalização.
A primeira película foi instalada no dia 20 de novembro. Desde então, os alpinistas passaram a colocar cerca de três partes do material, por dia, na casa colorada. A previsão de término dos trabalhos é final de dezembro.





Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...