sexta-feira, 30 de março de 2012

Antonini responde 12 perguntas sobre a migração dos sócios do Grêmio para a Arena

Movido pela curiosidade da torcida com relação à Arena, o presidente da Grêmio Empreendimentos, Eduardo Antonini, falou sobre como será a migração dos sócios.

1. O que é a migração para a Arena? É a passagem dos sócios do Olímpico para a Arena. Ela ocorrerá depois da aprovação do plano pelo Conselho Deliberativo, por volta do dia 16 de abril.

2. Como será? Serão chamados os sócios por antiguidade. A ideia é atender lotes de mil sócios por semana.

3. Onde ficarão os sócios? Cada sócio escolherá o lugar que quiser no mapa da Arena.

4. Será necessário pagar mais na Arena? Depende. Haverá oito segmentos com diferentes preços, da Geral à cadeira Gold, a mais cara.

5. Patrimoniais, remidos, locatários de cadeiras ficarão onde? Não haverá uma social na Arena. Cada um poderá escolher o seu setor.

6. Os sócios ocuparão setores diversos? Sim. Em um setor, poderá haver um sócio ao lado de sócio-torcedor e um não sócio.

7. Como ficam os sócios que pagam com desconto? Permanecerão com a preferência da compra de ingresso com desconto.

8. Como atender a todo o tipo de sócio? Hoje são 70 categorias de sócios, mas elas estão sendo agrupadas.

9. Até quando haverá migração? Talvez até pouco antes da inauguração, em dezembro. Pessoal do Interior poderá usar a Internet.

10. Qual será o lugar mais caro na Arena? No Olímpico, o setor mais caro é o segundo anel, das cadeiras; na Arena, será o mais perto do campo.

11. Como ficará o estacionamento? Na Arena serão 2,3 mil vagas e no prédio-garagem, outras 3 mil vagas. Os sócios das cadeiras Gold e camarotes terão prioridade.

12. Como serão as poltronas? Cadeiras acolchoadas, com boa largura e com espaço em relação à cadeira da frente; como no cinema, terá porta-copos.

Fonte ZH

terça-feira, 27 de março de 2012

Apontando o gol

Os torcedores do Magdeburg, time da 4ª divisão do futebol alemão, resolveram dar uma força para o time que está a cinco partidas sem marcar gols. Vários torcedores levaram setas para o estádio para indicar aos jogadores qual é o caminho do gol.





E não é que a estrategia ajudou? O Magdeburg enfim conseguiu marcar um gol! Mas não adiantou muito, o time perdeu o jogo por 2  a 1.  GENIAL!!

Casemiro X Oscar : Questão de caráter

Casemiro desmoralizou o caso Oscar. Jurou que o mesmo empresário ofereceu R$ 1 milhão para abandonar o São Paulo. Se o futebol brasileiro fosse sério...  Não houve a visibilidade merecida. O futebol do Brasil analisar com profundidade. Casemiro mostrou como funcionam as entranhas do futebol brasileiro.
Revelou sem medo como pôde nascer o 'caso Oscar'. E acabou com toda a simpatia, com a aura de ingenuidade que cercava o meia. Não houve um pingo de sinceridade na sua saída do São Paulo. Muito pelo contrário. A alegação de Oscar sempre foi a mesma, com os olhos marejados insistia na triste história.
Ao completar 16 anos teria sido forçado pela direção do São Paulo a aceitar a antecipação da sua maioridade e assinar o seu primeiro contrato como profissional. Sempre repetiu a palavra 'forçado'. Dava maior dramaticidade. Quase impossível não ficar ao seu lado. Dirigentes estão longe de ser santos. Antecipar a maioridade é um drible na lei. E assegura a permanência do grande jogador formado nas categorias de base. O lado moral condenava o São Paulo. Condenava até Casemiro resolver escancarar o que realmente teria acontecido. A intervenção do volante foi cirúrgica. E desmascarou o que sugere ter sido uma armação. O jogador não mediu palavras. Disse que, há dois anos, recebeu a mesma proposta de Oscar. Como assim proposta? Simples: R$ 1 milhão nas mãos para jogar no Chelsea ou Benfica. Sua tarefa era alegar que o São Paulo forçou a sua maioridade. Quem fez a indecente oferta? "Giuliano Bertolucci", afirma Casemiro. "Ele era o meu empresário. O mesmo do Oscar. Só não aceitei porque tive caráter e respeitei o São Paulo." A sensação para quem esteve ao lado de Oscar foi de traição. O meia não teve coragem de desmentir a afirmação de Casemiro. Muito menos o empresário Bertolucci. Se houvesse de verdade um Sindicato de Jogadores Profissionais em São Paulo tomaria alguma atitude. Como não existe, empresários poderão fazer a festa nas categorias de base. Quantos atletas com 17, 18 anos recusariam hoje R$ 1 milhão na mão e a chance de ir para a Europa? A única coisa a fazer seria alegar coação na antecipação da maioridade. Só isso. Com a revelação de Casemiro tudo ficou ainda pior para Oscar. Deprimente, já que o volante insiste que foi a mesma proposta do empresário aos dois. De acordo com Casemiro, Oscar teria recebido R$ 1 milhão para contar a história da coação pela maioridade. O meia já não queria voltar de maneira alguma ao São Paulo. Agora então ficou tudo pior. Juvenal Juvêncio quer que se cumpra o determinado pela lei. E espera o jogador ainda essa semana. Ele insiste com a direção do Inter. Está disposto a fazer um contrato de cinco anos em Porto Alegre. Dirigentes do Inter já falam em ofertar até R$ 14 milhões por ele. Juvenal garante que deseja fazer da volta do meia um marco histórico. Para mostrar a empresário e jovens promessas que o clube precisa ser respeitado. E que os acordos e contratos terão de ser respeitados. A franqueza de Casemiro desmoralizou Oscar e Bertolucci. O silêncio da dupla confirma cada palavra do volante. O constrangimento é total. Uma frase do volante não deve sair da memória de quem pensar no caso."Não aceitei por uma questão de caráter."

domingo, 25 de março de 2012

Para a noooooooooooooossa alegria


Gols Cruzeiro-RS 1 X 2 GREMIO


Novo estádio do Grêmio deverá se chamar "Arena Adidas"


Segundo informações trazidas na manhã deste sábado pelo repórter e narrador Henrique Pereira, o nome do novo Estádio do Grêmio, em construção no bairro Humaitá, será "Arena Adidas". Tudo já estaria acertado entre OAS, clube e a empresa de material esportivo.

O “naming rights", conforme contrato firmado entre Grêmio e OAS, valem por 20 anos. Também estaria acordado que a empresa alemã será a nova fornecedora esportiva do clube. O contrato começa a valer a partir do final de 2012. 

Até lá, o clube gaúcho permanece com a parceria com a empresa Fillon, que é detentora da Topper, atual fornecedora do material esportivo do time.

Avanço nas obras do Remendão


Estádios de Porto Alegre


Remodelando o Remendão II


Remodelando o remendão


sexta-feira, 23 de março de 2012

Agora vai!

Enviado por: Ricardo Burille

quarta-feira, 21 de março de 2012

terça-feira, 20 de março de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

quinta-feira, 15 de março de 2012

quarta-feira, 14 de março de 2012

Os coloridos sempre sujando o nome do Brasil no exterior

No Site da famosa BBC, de Londres, tem um texto com o titulo: "O Brasil vai estar pronto para 2014 ?" esta é a foto que ilustra o link no site ....


http://www.bbc.co.uk/sport/0/football/17371517

terça-feira, 13 de março de 2012

quarta-feira, 7 de março de 2012

terça-feira, 6 de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...