terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Só sendo Piada Mundial para ser conhecido

'Fator Mazembe' faz Timão aumentar dose de responsabilidade na semi

Jogo contra o Al Ahly, do Egito, é visto com cautela pelos alvinegros, que prometem concentração para não repetir vexame do Inter, em 2010


Paulinho treino Corinthians (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com) 

Claro que todo time brasileiro que vai para o Mundial de Clubes viaja pensando em ser campeão. Mas um tropeço inesperado do Internacional logo no primeiro jogo da edição 2010 fez os clubes do Brasil passarem a ter mais um temor. E o fantasma do “fator Mazembe”, de ser eliminado já na semifinal, também atormenta o Corinthians. Para os jogadores, chegar à decisão do próximo domingo, contra Chelsea ou Monterrey, é obrigação. Perder do Al Ahly, quarta-feira, seria uma grande frustração.
Antes do treino desta segunda, o lateral-esquerdo Fábio Santos e o volante Paulinho deram entrevista no hotel que hospeda a delegação na cidade de Nagoya. E ambos tinham o discurso bem afinado sobre a responsabilidade de passar do primeiro jogo. No último domingo, o técnico Tite e 13 atletas estiveram no estádio de Toyota assistindo à vitória do Al Ahly sobre o Sanfrecce Hiroshima (2 a 1), resultado que classificou o time do Egito para ser o primeiro adversário do Timão e eliminou os japoneses.
- Todos colocam essa obrigação de chegar à final e nós também. Com todo respeito aos adversários, é claro. Sabemos que teremos dificuldade, enfrentaremos um time experiente, mas vamos buscar esse primeiro passo que é avançar à decisão - disse Paulinho.
Para Fábio Santos, a derrota do Internacional para o Mazembe em 2010 só fez aumentar a responsabilidade dos times brasileiros para chegar à final. Naquele ano, pela primeira vez na história, o título mundial não foi disputado numa partida entre um europeu e um sul-americano. Ao vencer o Colorado por 2 a 0, na semifinal, a equipe africana do Congo se classificou para a grande final contra o Inter de Milão. Os italianos acabaram campeões ao ganharem com facilidade por 3 a 0.
- Depois que o Inter perdeu (para o Mazembe) a responsabilidade dos outros ficou maior. Seria uma frustração muito grande ser derrotado logo no primeiro jogo - afirmou Fábio Santos.
Este é o segundo mundial do lateral. Em 2005, também no Japão, ele fazia parte do elenco são-paulino. Naquele ano, o Tricolor bateu o Liverpool na final, mas antes teve trabalho com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, vencendo pelo apertado placar de 3 a 2. Dessa vez, como titular, Fabio vê muita semelhança entre situação do Corinthians em 2012 e aquela do São Paulo.
- Foram duas preparações muito bem feitas e dois técnicos de estilo bastante semelhantes (Paulo Autuori era o comandante são-paulino em 2005). Espero que o desfecho seja o mesmo.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

sábado, 8 de dezembro de 2012

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Presente antecipado


Arena recebe as traves que pertenciam ao Estádio Olímpico

Goleiras foram instaladas na manhã desta sexta-feira, véspera da inauguração

FOTOS: Arena recebe as traves que pertenciam ao Estádio Olímpico Rodrigo Fatturi/Grêmio FBPA/Divulgação/

A Arena do Grêmio já está quase pronta para o amistoso de inauguração contra o Hamburgo, neste sábado. As traves, levadas do Estádio Olímpico, foram instaladas no gramado na manhã desta sexta-feira, véspera do confronto.
Durante a tarde, enquanto o Hamburgo joga pelo Campeonato Alemão contra o Hoffenheim, serão demarcadas as linhas do gramado na Arena. A equipe alemã chega ao Brasil na tarde de sábado.




Traves foram instaladas nesta sexta-feira


 



Traves foram instaladas nesta sexta-feira

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Representante do Grêmio, Martina Spier fatura Musa do Brasileirão 2012

Candidata, líder na primeira fase, foi a mais votada entre os internautas. Ela disputou com Ially Mazza (Náutico) e Aline Azevedo (Corinthians) a final


 A candidata Martina Spier superou Ially Mazza, do Náutico, e Aline Azevedo, do Corinthians, na final do prêmio. O resultado final foi anunciado na Premiação do Brasileirão 2012, que aconteceu na noite desta segunda-feira, em São Paulo. A votação foi realizada pela internet (confira no vídeo ao acima o making of de Matina Spider no terceiro ensaio). Assim que foi anunciada como a vencedora durante o evento, Martina Spier desfilou com vestido longo ao som da "Assim você mata o papai", do grupo de pagode Sorriso Maroto.

A concorrente participou de três ensaios fotográficos, vídeo de making of e participou de provas em que seu conhecimento em relação ao clube foram testados. Além disso, passou pelo Desafio Globolinha e uma prova de freestyle. Com 25 pontos, ela terminou a primeira fase em primeiro lugar, seguida da musa do Corinthians (21 pontos) e Náutico (20 pontos).

Musa do Grêmio (Foto: globoesporte.com) 
Martina Spier, muda do Grêmio, faturou o concurso Musa do Brasileirão 2012

Imortal, só o GREMIO


domingo, 2 de dezembro de 2012

Nunca perdi


Funcionário do mês


Última taça do Olímpico

Base gremista empatou com o Guarani de Venâncio para levar o título da Copa FGF Sub-19

O Grêmio ganhou, neste sábado, a última taça oficial que será erguida no estádio Olímpico. Às vésperas do Gre-Nal, o Tricolor conquistou a Copa FGF Sub-19 ao empatar por 1 a 1 com o Guarani de Venâncio Aires o jogo de volta da decisão.

Os garotos mostraram algum nervosismo, mas souberam administrar a vantagem da vitória do jogo de ida, por 3 a 2 no estádio Edmundo Feix. Os comandados de Marcelo Mabília, desta forma, escreveram na história a última conquista da casa gremista.

No primeiro tempo, o Guarani adotou uma postura defensiva e especulou nos contra-ataques, o que dificultou a vida do Grêmio. O bom público para uma partida de juniores só conseguiu gritar gol no final da etapa. Aos 38 minutos um bate e rebate na área acabou nos pés de Gustavo Xuxa. Ele chutou no canto esquerdo e abriu o placar para o Tricolor.

Para o segundo tempo, no entanto, o Guarani mudou a forma de jogar e foi para cima do Grêmio. Os garotos sentiram a pressão e deixaram a equipe adversária dominar a partida. Aos 22 minutos, fez água a defesa gremista. Após cobrança de lateral ao lado da área, Dimitri fez jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro. Marreta apareceu de trás e mandou para as redes de Ygor empatando a partida.

O rubro-negro de Venâncio Aires seguiu em cima e Dimitri teve outras duas boas chances em cobranças de falta da entrada da área. Uma foi por cima e a outra Ygor defendeu. Aos poucos, porém, o preparo físico da equipe tricolor acabou prevalecendo e o Guarani não teve mais forças para buscar a reação.

Quem levantou o troféu foi o zagueiro Gérson, capitão do time. Ele recebeu o prêmio de Luciano Hocsmann, vice-presidente da Federação Gaúcha de Futebol, e tornou-se o último jogador da história a erguer uma taça no Olímpico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...