terça-feira, 26 de abril de 2011

domingo, 17 de abril de 2011

sexta-feira, 15 de abril de 2011

terça-feira, 12 de abril de 2011

1983, Mazembier e Kidiaba

   
    A família 1983 segue crescendo. Começou com uma cerveja tipo Pale Ale, lançada em agosto. Por coincidência, no mês em que Renato Portaluppi desembarcou para tirar o Grêmio do atoleiro em que foi deixado por Silas.  A 1983 foi se diversificando. Vieram a Pilsen (em alta fermentação, não essa aguada que tem por aí em qualquer supermercado) e a Weiss. Em dezembro, depois da enorme alegria que causou o glorioso Mazembe, uma homenagem aos valorosos atletas do time africano: veio a Mazembier. Doce para uns, amarga para outros.  Agora, atendendo a insistentes pedidos, está saindo do forno, digo, da geladeira, a Kidiaba. Antes que alguém pense que é uma homenagem ao goleiro Kidiaba, aquele da exótica comemoração, me apresso a dizer que não confirmo nem desminto. Kidiaba a mim lembra uma mulher sensual, capaz de levar qualquer homem a fazer loucuras. Uma devassa, uma deusa, um anjo, uma diaba…
Kidiaba pode ser qualquer coisa, mas antes de tudo é uma cerveja escura, forte e encorpada.

Quer comprar ? Vá no http://www.botecodoilgo.com.br/

Ozzy rejeita bandeira do Inter

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Qualquer semelhança é...

Enviado por Gabriel Peres

Diferenças entre Técnicos

Enviado por Cristiano Candido



















AMIGO NU
Rosane e Falcão se conheceram em 1990, na Itália, onde o craque era conhecido como o “Rei de Roma”, por ter dado à equipe da cidade o seu primeiro título nacional depois de 42 anos sem vencer um campeonato.

Rosane estudava Direito no Rio Grande do Sul e havia sido casada com um jogador de futebol, Paulo Bonamigo, do Grêmio. Ele era do time de juniores e ela tinha apenas 16 anos quando ficou grávida de Pauline, hoje com 15 anos.

Em 1990, já separados, Bonamigo batalhava dupla nacionalidade para poder se transferir para uma equipe italiana. Sugeriu a Rosane que pedisse ajuda a Falcão. Depois de muitos galanteios, telefonemas e flores, ele a conquistou. Um ano e meio mais tarde, Falcão e Rosane se casaram e foram morar na Cidade do México. “Ele gostava muito da minha filha”, diz Rosane.

Em outubro de 1992, Paulinho foi gerado. Mas os alicerces do casamento estavam abalados. “Ele começou a me rejeitar durante toda a gravidez”, diz Rosane. O casal não conversava mais e mal dividia a mesma cama.

Rosane, com o passaporte do filho

A gota d’água despencou numa tarde em que Rosane chegou em sua casa, em Porto Alegre, em 1996. Seguiu em direção ao quarto e viu roupas jogadas pelo chão. Ouviu o som de água do chuveiro caindo na suíte do casal.

“Entrei e vi o Falcão nu diante do espelho”, conta Rosane. “E havia uma outra pessoa tomando banho. Achei que era uma mulher.” Não era. Segundo ela, sob a ducha estava um colega de Falcão do jogo de tênis. “Não é o que você está pensando”, disse Falcão. Rosane pediu o divórcio.

sábado, 9 de abril de 2011

Legítimo Gol "Mortal"

Dica do Thales Dogão

A Volta de AnderSHOW

Anderson volta de lesao e faz 2 na vitoria do time B do Manchester contra o Manchester City

Dica do Thales Dogão

F..deu

quinta-feira, 7 de abril de 2011

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...