sábado, 29 de junho de 2013

Acabou o POJETO

Grêmio surpreende e anuncia a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo Ricardo Duarte/

O que se esperava que pudesse acontecer após a eliminação do Grêmio na Libertadores, para o Santa Fé, em maio, virou realidade neste sábado. Vanderlei Luxemburgo, 61 anos, teve a saída anunciada pelo executivo de futebol, Rui Costa, na manhã em que o time fez um jogo-treino contra o Caxias. Deixa o clube que comandou desde fevereiro de 2012 sem conquistar títulos.

O auxiliar técnico Roger comandará a equipe até a contratação de um novo treinador. O nome de Renato Portaluppi, ex-jogador e técnico do Grêmio, estaria entre os cotados. O empresário de Renato, Gelson Oldenburg, o Gauchinho, está em Porto Alegre, mas afirmou que não foi procurado pelo Grêmio.

Segundo Rui Costa, a troca de comando ocorre depois uma "avaliação constante" do trabalho de Luxemburgo.

— Ele sai do Grêmio pela porta da frente. Precisávamos de fato novo para a retomada do campeonato — afirmou Costa, em entrevista coletiva após repórteres presentes ao Olímpico terem estranhado a ausência de Luxemburgo no jogo-treino.

Curioso é o tal fato novo só ter sido definido agora, já que o Brasileirão está parado desde antes do início da Copa das Confederações. Desde então, o Grêmio faz apenas treinamentos, da mesma maneira que os outros clubes. E a lógica apontaria que seria mais fácil substituir o treinador imediatamente após a interrupção do campeonato.

Ao contrário: o presidente Fábio Koff tratou de bancar Luxemburgo após a última partida oficial, o 1 a 1 com o São Paulo, dia 12 de junho, na Arena. Como em outras partidas, o time teve a exibição contestada. Aliás, uma das marcas da passagem do treinador pelo Grêmio foi a capacidade de desviar o foco das críticas. Houve casos em que se considerou que o técnico repassou a responsabilidade para os jogadores, como no caso da eliminação na Libertadores, diante do Santa Fé.

Luxemburgo foi criticado, também, por não conseguir dar um padrão de jogo para o Grêmio — apesar de contar com jogadores caros como Barcos e Elano. Ainda pagou o preço por apostas erradas, como no caso do veterano zagueiro Cris.
Em 91 jogos, Luxa teve 64% de aproveitamento, com 52 vitórias, 21 empates e 18 derrotas.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Valeu, Forlán!


Implosão do Estádio Olímpico será transmitida pelo canal Discovery

Reunião nesta sexta-feira írá definir a criação de um grupo de trabalho para a demolição do antigo palco dos jogos gremistas

Implosão do Estádio Olímpico será transmitida pelo canal Discovery Andréa Graiz/Agencia RBS
Imprensa norte-americana irá acompanhar a implosão do Olímpico

          Uma reunião na sexta-feira, na Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb), marcará a criação do grupo de trabalho para a a implosão do Olímpico.O encontro será coordenado pelo prefeito José Fortunatti e por Cristiano Tatsch, secretário do Urbanismo.O canal de televisão norte-americano Discovery irá transmitir a demolição do estádio, prevista para outubro.
A primeira etapa é a demolição seletiva, em que é retirado o material mais frágil do estádio, como luminárias e vidraças.Na sequência, vem a demolição mecânica, com a retirada da arquibancada inferior e de algumas paredes da estrutura do estádio.
Por fim, serão implodidas a arquibancada superior e a carcaça geral da edificação do Olímpico. O material não pulverizado na implosão será removido para possível reaproveitamento.

Fonte: ZHESPORTES

sexta-feira, 21 de junho de 2013

terça-feira, 18 de junho de 2013

Que Deus perdoe essas pessoas ruins


Eu juro


Thauane de Medeiros - Campeã de Xadrez

    Nesta segunda-feira, a campeã brasileira sub-18 e sub-20 de xadrez, Thauane de Medeiros, foi entrevistada pelo apresentador Jô Soares. “Eu comecei cedo no xadrez através do meu cunhado. Depois de pouco tempo, eu comecei a vencê-lo”, contou a gremista.
     Segundo Thauane de Medeiros, ela já tentou ser patrocinada pelo time gaúcho, mas não conseguiu. “Acho que a maioria das minhas roupas é do Grêmio”, comentou a jogadora de xadrez, que estava vestida com a camisa do seu time do coração.
Durante o Programa do Jô, Thauane também falou sobre o seu livro, um manual com noções básicas de xadrez. Ela contou que tenta vendê-lo no vão livre do Masp para financiar inscrições e viagens. “Eu já vendi mais de sete mil cópias de mão em mão”, declarou a campeã brasileira.
     Thauane de Medeiros ainda aproveitou para ensinar o apresentador Jô Soares a jogar xadrez. Ela explicou como são os movimentos das diferentes peças e algumas jogadas básicas.


Adriano IV



Adriano III


Adriano II


Adriano I


quinta-feira, 13 de junho de 2013

Fora da Copa, arena gremista é a única a seguir plano Fifa

Depois de seis meses, prazo que entidade costuma exigir para aprovar de vez um novo estádio, a nova casa do clube gaúcho tem pendências solucionadas

Torcida faz a festa na vitória da seleção brasileira sobre a França na Arena do Grêmio, no último amistoso antes da Copa das Confederações

A Fifa quer esse mesmo padrão de qualidade no ano que vem - o secretário-geral Jérôme Valcke já avisou que a tolerância nos prazos para a Copa das Confederações não se repetirá no caso dos palcos da Copa
De acordo com o cronograma original da Fifa, os seis estádios da Copa das Confederações seriam entregues em dezembro de 2012 e estariam totalmente testados quando a competição começasse, em 15 de junho de 2013. Esse roteiro, no entanto, só foi cumprido por uma arena que não está no roteiro da competição (e nem do Mundial do ano que vem). Um dos raros empreendimentos privados dessa nova geração de estádios brasileiros, a Arena do Grêmio foi entregue no fim do último ano, com uma grande festa de inauguração e um amistoso entre a equipe gaúcha e o Hamburgo, da Alemanha. Na tarde de domingo, o estádio foi palco do encontro entre Brasil e França, com casa cheia (51.919 pessoas e renda de mais de 6 milhões de reais) e bom atendimento ao torcedor. Entre um e outro evento, o estádio passou pelo processo que a Fifa considera indispensável antes de avaliar uma arena como segura e confortável. Nenhum dos seis palcos do torneio deste mês passará por esse mesmo processo de redução de falhas - e alguns deles, como os estádios de Brasília, Rio de Janeiro e Recife, serão usados no torneio depois de apenas um evento-teste.

Quando o estádio gremista foi aberto ao público pela primeira vez, há seis meses, ainda havia deficiências evidentes. De acordo com reportagem do site de VEJA na ocasião, havia materiais de construção e restos da obra, incluindo pedaços de madeira e fios soltos, espalhados por vários corredores e escadarias. O acabamento do estádio ainda estava incompleto e muitos dos banheiros e lanchonetes ainda não estavam concluídos. Vazamentos na tubulação provocaram poças gigantes nas áreas de circulação e ainda havia muita sujeira por todos os lados. No domingo, passado meio ano - não por coincidência, o prazo que os especialistas da Fifa avaliam como o necessário para solucionar as deficiências de um novo estádio -, a Arena do Grêmio já era outra, com instalações totalmente acabadas e um conforto muito maior ao torcedor. A Fifa quer esse mesmo padrão de qualidade no ano que vem - o secretário-geral Jérôme Valcke já avisou que a tolerância nos prazos para a Copa das Confederações não se repetirá no caso dos palcos da Copa, cuja entrega está marcada para dezembro próximo, sem falta.

CT do Grêmio na Arena começa a receber gramado

Melhores momentos GREMIO 1 X 1 Bambis FC

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Alteração de contrato dá fôlego financeiro ao Grêmio e projeta faturamento superior a R$ 400 milhões

Clube poderá vender as cadeiras que não forem ocupadas por sócios em todos os setores em dias de jogos


Alteração de contrato dá fôlego financeiro ao Grêmio e projeta faturamento superior a R$ 400 milhões Omar Freitas/Agencia RBS
É de R$ 414 milhões, ao longo de 20 anos, a projeção de faturamento do Grêmio a partir da alteração no contrato com a OAS. Mesmo que estes números tenham agradado aos 218 conselheiros presentes na reunião da noite de terça-feira, as modificações ainda não foram à votação. A reunião fica em suspenso até a próxima segunda-feira, dia 17, para que as comissões do Conselho possam fazer um estudo mais detalhado dos 14 itens alterados.
O aspecto saudado com maior entusiasmo pela direção é a possibilidade de contar novamente com fluxo de caixa, que seria comprometido com o gasto mensal da migração. É por isso que alguns dirigentes lamentaram que o novo contrato já não tivesse sido votado na sessão de terça-feira.
- O Grêmio tem tempo, o Grêmio está bem, então vamos prolongar esta discussão por mais tempo - ironizou o vice-presidente Nestor Hein.
A redução com a migração dos associados do Olímpico para a Arena é elevada. Neste ano, a economia será de R$ 31 milhões. Em vez de pagar R$ 43 milhões, o Grêmio só desembolsará R$ 12 milhões. Em 2014, este valor subirá para R$ 15 milhões. Até o final dos 20 anos de parceria, ele será de R$ 18 milhões fixos.
A OAS também pagará o valor restante para a conclusão do Centro de Treinamentos e da área administrativa e ainda reembolsará o Grêmio dos R$ 6 milhões gastos pelo clube nestes dois setores.
Ficou fixado em 2% o percentual do clube nas vendas dos empreendimentos imobiliários do Humaitá e da Azenha, após a demolição do Olímpico.
Diferentemente do contrato original, o clube terá direito a comercializar as cadeiras que não forem ocupadas por sócios em todos os setores da Arena em dias de jogos. Também será liberada ao Grêmio a venda de Cadeiras Gold inferiores, cabendo ao clube todo o lucro decorrente disso.
Com o fim das vendas do Passaporte Tricolor, produto que era comercializado pela Arena Porto-Alegrense, o Grêmio terá a chance de vender mais 10 mil novas cadeiras para sócios, que ficarão localizados no Setor Sul.
Pelo fato da negociação entre o interessado em adquirir um lugar no estádio ocorrer com uma entidade desportiva, haverá menor tributação, o que gera um maior potencial de lucro. Em caso de venda inferior ao projetado, o clube terá um desconto proporcional ao fauramento, o qual será repassado para a parceira.
Outra contrapartida: o clube poderá dividir os prejuízos advindos da operação da Arena com a OAS.
O ex-presidente Paulo Odone discorda de que o faturamento alcançará os R$ 414 milhões. Embora considere positiva a renegociação, afirma que a arrecadação ficará muito distante do anunciado nesta terça-feira. Diz, também, que a redução dos gastos com a migração ocorreria mesmo que o contrato não tivesse sido modificado.
— Não é uma novidade. Já estava previsto que este valor (da migração) seria apenas por um ano. Ele seria renegociado depois — destacou.
Confiante na aprovação das modificações, o presidente do Conselho Deliberativo, Raul Régis de Freitas Lima, prevê uma realidade financeira bastante positiva para o clube.
— A partir de agora, o Grêmio terá um equilíbrio financeiro muito melhor — avalia.
Como fica a questão dos empreendimentos imobiliários
O Grêmio terá direito a 2% de tudo que for vendido nos 20 anos da parceria nas áreas da Azenha e do Humaitá, enquanto a Arena Porto-Alegrense fica com 1%. No final do ano, esse percentual entrará na divisão do lucro entre as partes. Nos empreendimentos imobiliários do Humaitá, sem contar o Shopping Center, 1% do que for arrecado será repassado ao clube.

Essa nova fonte de renda, em um primeiro momento, não será incorporada ao caixa gremista. Apontada como uma das principais medidas para dar fôlego financeiro, os valores serão utilizados neste momento para abater dívidas de cerca de R$ 20 milhões com a OAS (CT, antecipações e despesas pré-operacionais do estádio).

segunda-feira, 10 de junho de 2013

sexta-feira, 7 de junho de 2013

#chateado


O atacante Leandro Damião foi cortado da seleção brasileira. Na manhã desta sexta-feira, o jogador foi submetido a um exame de ressonância magnética, que constatou o grau da lesão na coxa direita. Sem tempo hábil para estar à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari para a disputa da Copa das Confederações, o atleta foi desconvocado pela comissão técnica do time canarinho.

- No treino, o Leandro Damião sentiu uma dor na face interna da coxa direita. Nós o examinamos e esperamos um período para que houvesse o aspecto fisiológico da configuração de uma lesão. Fizemos a imagem no Hospital Mãe de Deus e ficou constatada uma lesão muscular. Não há tempo hábil para participar da Copa das Confederações. O atleta será liberado da delegação.

Segundo o médico da seleção brasileira, Damião, chateado com a notícia, não quis participar da coletiva para o anúncio do seu corte.

- Ficou chateado. Aqueles que acompanham a nossa rotina sabem que, sempre que existe uma liberação, ele precisa estar presente. Ele pediu para não estar presente. Agora, ele vai trabalhar para voltar à seleção brasileira – relatou o médico da seleção.

Convocado às pressas para o amistoso deste domingo, contra a França, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o atacante Jô, do Atlético-MG, é o substituto. O jogador se apresentou na capital gaúcha na manhã desta sexta-feira e passa a integrar o grupo que disputa a Copa das Confederações.

Jô ainda não tinha sido convocado por Felipão nessa segunda passagem do técnico pela seleção brasileira. Seu rendimento no Atlético-MG, que faz excelente campanha na Libertadores, pesou na decisão do treinador. O jogador, formado no Corinthians, deve ser o substituto imediato de Fred, do Fluminense.

A seleção brasileira estreia na competição no próximo dia 15 de junho, contra o Japão, em Brasília. O segundo desafio pelo Grupo A do torneio será no dia 19, diante do México, em Fortaleza. O Brasil encerra a primeira fase da competição no dia 22, em duelo com a Itália, em Salvador.

Manto



segunda-feira, 3 de junho de 2013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...