quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

SÓ-LIMÕES X SÓ-MORANGOS


Gesseiro profissional


Um amigo meu trabalha com gesso, faz qualquer tipo de trabalho, até teto rebaixado. Se alguém precisar, avise.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Filho do Kannemann na escolinha


Na LIBERTADORES: amarelo por simulação. No GAUCHÃO: pênalti pro Inter


Grêmio consegue penhora de parte de venda de Pratto por dívida do Galo


O Grêmio obteve nesta segunda-feira uma vitória judicial para conseguir o pagamento da dívida ainda pelo goleiro Victor, vendido ao Atlético-MG em 2012. Por decisão do juiz Mauro Caum Gonçalves, da 17ª Vara Cível de Porto Alegre, o São Paulo precisa depositar parte do dinheiro da compra do argentino Lucas Pratto junto ao Galo em uma conta dada pelo clube gaúcho. O débito dos mineiros com os tricolores vem sendo discutido judicialmente desde o ano passado.  O clube gaúcho trabalha para enviar a notificação ao São Paulo ainda na noite desta segunda.

A decisão judicial prevê o depósito pelo São Paulo diretamente em uma conta vinculada ao processo no valor de R$ 10.508.626,199. O texto também cita que um imóvel oferecido pelos mineiros para penhora tinha alienações passadas e não poderia ser utilizado para este fim. Os dois clubes serão notificados da decisão da Justiça para que a situação seja cumprida em um prazo determinado. O Galo também pode recorrer e levar o caso a maiores instâncias. 

A negociação do Atlético-MG com o São Paulo para vender Lucas Pratto girou na casa dos 6 milhões de euros (R$ 20 milhões). Ou seja, metade do dinheiro fica penhorado pela ação judicial gremista. Por meio da assessoria de comunicação do Galo, Lásaro Cândido da Cunha, diretor jurídico do clube mineiro, disse desconhecer o despacho e lembrou que o caso envolve outras pendências, que ainda são discutidas na Justiça.

- O Galo não tem nenhuma informação sobre nenhuma ordem de bloqueio, mesmo porque no processo de Porto Alegre há uma postulação do Grêmio e do Atlético, que deve ser resolvida antes de qualquer coisa. 

O Grêmio trata o despacho como um passo importante, mas não definitivo sobre o caso. O clube gaúcho busca desde 2016 receber o dinheiro da venda do goleiro - antes, durante a temporada de 2015, chegou a conversar com a diretoria do Galo tentando um acordo antes de tomar a decisão de entrar na Justiça. 

O goleiro Victor deixou o Grêmio em junho de 2012, após quatro anos no clube gaúcho. Em troca do jogador, o Grêmio teria direito a receber 50% dos direitos econômicos do zagueiro Werley, atualmente no Coritiba, e 3 milhões de euros, parcelados durante dois anos. 

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Quer dar uma volta de jangada?


Torcedor invade gramado em Honduras e marca gol em clássico...e o pessoal acha que o gauchão é que é uma várzea


O campeonato de Honduras protagonizou o primeiro momento bizarro do futebol na América em 2017. No último domingo, o Montagua vencia o Olimpia até os 48 minutos do segundo tempo quando levou o gol de empate.

Apesar do gol marcado por Roger Rojas nos acréscimos, o que chamou a atenção no lance não foi o tento e sim um intruso dentro do gramado. Durante a jogada, um torcedor invadiu o gramado, sem camisa e chutou uma bola para dentro do gol.

Grêmio segue em busca do dinheiro referente à venda de Victor para o Atlético-MG


A "novela" envolvendo a negociação de #Victor com o #Atlético Mineiro, que começou em 2012, ainda não terminou. Victor deixou o #Grêmio em junho daquele ano, após algumas temporadas defendendo a meta gremista, em troca de 50% dos direitos econômicos do zagueiro Werley e mais 3 milhões de euros.

Em entrevista, Nestor Hein, atual diretor jurídico do Grêmio, revelou que o valor ainda não foi pago ao Grêmio, e que o valor da dívida (com valores reajustados) já passa de 10 milhões de reais e o caso continua na justiça.

“Nós do Grêmio estamos preocupados com a situação, pois a compra de jogadores valorizados como o Atlético anda fazendo demonstra vigor financeiro na parte deles. Eles têm dinheiro em caixa, mas não pagam os débitos que têm conosco. Um time que se diz em dificuldade não poderia fazer grandes investimentos como o Atlético faz”, questiona Hein.

Perguntado sobre a situação, o vice presidente do Grêmio Odorico Roman citou que o clube mineiro não pode ser notificado pela FIFA pois se trata de uma transferência nacional.

Nos últimos meses, o Atlético Mineiro fez grandes contratações como a do volante Elias. O clube pagou ao Sporting R$ 8,4 milhões por 70% dos direitos econômicos do volante que esteve na seleção brasileira por diversas vezes nos últimos anos.


No fim de 2016 o caso já havia ganhado as mídias, e a diretoria do Atlético Mineiro se mostrou preocupada com a situação, já que o clube corria risco de ter alguns bens penhorados e até perder renda de partidas do Brasileirão e Copa do Brasil, mas o diretor jurídico na época informou que ainda não havia sido notificado oficialmente pela justiça.

O diretor do Grêmio confirmou que o clube mantém uma boa relação com o time mineiro, mas que vai atrás dos direitos do clube: “Nós vamos comunicar essa divida à CBF, porque a gente está vendo o que está acontecendo”, observou Nestor Hein.

Na busca por reforços para o campeonato Brasileiro e Libertadores, o Grêmio já confirmou diversas vezes que não tem muito dinheiro em caixa, e que não poderia fazer grandes contratações para o clube devido a isso. Esse dinheiro poderia ajudar na busca por novos jogadores.

Não é a primeira vez que o Atlético é acionado na justiça em relação a dinheiro. Ronaldinho Gaúcho também acionou o clube com uma dívida referente à sua passagem no clube.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Descoberto porque a FIFA homologa o título do Inter em 2006



A Fifa cometeu dois erros absurdos em postagem feita no Facebook.

Ao publicar um vídeo na página oficial do Mundial de Clubes, relembrando todos os campeões, a entidade que rege o futebol mundial se equivocou duas vezes ao representar o Internacional, campeão de 2006 em cima do Barcelona, no Japão:

Primeiro, o escudo colorado foi trocado, em um distintivo que ficou longe de parecer o original.

Além disso, a Fifa ainda trocou a foto do time de Fernandão, Alexandre Pato, Clemer, Iarley, Adriano Gabiru e cia. pela imagem da equipe do Corinthians que foi campeã em 2000.

Todos os outros clubes, porém, foram representados por escudos e fotos corretas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...