domingo, 28 de novembro de 2010

terça-feira, 23 de novembro de 2010

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

A imortalidade gremista esta em toda parte


 

Hino do Grêmio ajudou o pequeno Victor

 
A repórter Tatiana Lopes, do clicRBS, foi testemunha de um momento comovente na manhã desta quinta-feira, no Olímpico – e que mostrou, mais uma vez, a capacidade impressionante que o futebol tem de envolver as pessoas e até provocar alguns milagres.
O pequeno João Victor (na foto, com seu ídolo Jonas), que fez aniversário neste 18 de novembro, é o personagem da história.
Há seis meses, conta a repórter (clique aqui para conferir o texto completo), João Victor contraiu uma infecção grave e teve de ser internado em uma CTI, onde ficou sedado durante 15 dias. Lá, os médicos avisaram os pais que o último sentido que um paciente nestas condições perde é a audição. Eles tiveram a comprovação prática disso.
João Victor só reagia quando ouvia o hino do Grêmio. Animados, os pais gravaram um CD com diversas versões da música e botavam para tocar. Só então o menino reagia.
No fim deste período, em que falava apenas histórias agradáveis para o filho, o pai, Marcus Medeiro, prometeu que eles iriam a um jogo do Grêmio quando o período de tratamento terminasse.
- Quando eu falei isso, ele respondeu: “Quando?” – lembrou.
Ao tomarem conhecimento da história, os jogadores se emocionaram. Jonas deu uma camiseta autografada a João Victor, Renato o abraçou no campo e ficou combinado que ele entrará com os jogadores em campo na partida contra o Botafogo.
- São exemplos assim que nos fazem valorizar cada vez mais o futebol – comoveu-se o lateral Fábio Santos.
João Victor só não conseguiu abraçar outro de seus ídolos, o goleiro Victor, que estava voltando de Doha. Mas terá tempo para isso.

Fonte : ClicRbs

Prima da Jabulani

Bola do Mundial Pifa: Começaram as desculpas caso não ganhem a CMCF...

Coirmão Flanelinha: Bem cuidado aí Tio - II

Dica do Marcão Tricolor Tavares

Coirmão Flanelinha: Bem cuidado aí Tio

    Dica do Marcão Tricolor Tavares

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Libertadores 2011

    Enviado por Pedro Branco do Gremio São Leo

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Nina Frontini, do Grêmio, vence o Musa do Brasileirão 2010

Imortal conseguiu quase 50% dos votos na decisão contra representantes de Fluminense e Vitória

Final Musas do Brasileirão 

Acabou. Após provas, eliminatórias, pedido de votos pelas ruas e ensaios sensuais, a grande vencedora do Musa do Brasileirão 2010 é Nina Frontini, representante do Grêmio. A imortal venceu as concorrentes Ketlyn (Fluminense) e Géssica (Vitória) na final da disputa com uma boa diferença de votos. Ao todo, foram cerca de um milhão de votos, e a tricolor gaúcha recebeu 500.232, atingindo a marca de 47%. A gremista ainda levou para casa um cheque no valor de R$ 25.000,00.


- Não é prepotência. Mas eu merecia muito esse prêmio, me dediquei demais mesmo. Eu tenho muito orgulho do meu time, do Rio Grande do Sul e mereço ser a Musa do Brasileirão – afirmou, muito emocionada a Musa do Brasileirão 2010.


Antes das finalistas entrarem no palco, o apresentador do Caldeirão do Huck, Luciano Huck, pediu a ajuda de um povo vidente. Mas não era o polvo Paul, e sim o polvo Paulo. E não é que o molusco brazuca fez como o irmão alemão e acertou o palpite? Após hesitar um pouco, o bicho foi direto na gremista.

Final Musas do Brasileirão 
A musa  recebeu R$ 25 mil de premiação das mãso de Luciano Huck

As três finalistas começaram o programa desfilando de maiô no palco ao som da banda americana Train, para aplauso dos presentes – cada representante estava representada com a respectiva torcida na plateia.
Depois, as musas voltaram ao palco vestindo um belo vestido para saberem o resultado a final. O veredicto foi dado, e Nina foi às lágrimas. A vencedora do ano passado, Wanessa Mattos, representante do Sport, foi ao palco entregar a faixa para a nova Musa do Brasileirão.
- Acho que o título continua em ótimas mãos. A gente se conheceu há pouco tempo por orkut, MSN, e antes mesmo da final já viramos amigas. Toda a minha família também gostou dela. Fiquei muito feliz. A minha torcida era dela mesmo. Gosto de pessoas humildes e com um bom caráter. Para ser Musa do Brasileirão, não basta só beleza – afirmou a rubro-negra Wanessa.

Fonte: Globoesporte.com

domingo, 14 de novembro de 2010

sábado, 13 de novembro de 2010

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Escola de Goleiros

Enviado Por: Marcos Tavares

domingo, 7 de novembro de 2010

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Nunca de as costas para a bola...

Dica do Thales "Dogão" Nascimento

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...