segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Discussão por expulsão de Rafael Moura teria causado briga e porta quebrada em vestiário do Serra Dourada

Uma briga entre os jogadores do Inter teria ocorrido logo após a derrota para o Goiás neste domingo, no Serra Dourada, pela 35ª rodada do Brasileirão. A confusão teria começado quando um jogador fez cobranças a Rafael Moura pela expulsão durante a partida. O atacante não gostou e iniciou um bate-boca. Uma parte do grupo defendeu Moura, enquanto outros atletas deram razão ao jogador que fez a reclamação — não há informação de quem fez a crítica.
Os jogadores teriam brigado. Como resultado, uma porta do vestiário foi danificada, assim como um objeto utilizado para armazenar as garrafas de isotônico que teriam sido utilizadas na confusão. Zero Hora contatou a assessoria de imprensa do Goiás, que nega qualquer dano ao Serra Dourada.
Altair Villaverde, funcionário responsável pelos vestiários do estádio, confirmou que houve uma briga no local.
— Houve briga, sim. Agora, se foi a socos, não sei. Eles fecharam a porta e não pude ver mais nada. Quando a briga começou, alguém bateu a porta com tanta violência que a maçaneta voou longe — contou.
O diretor de futebol colorado, Marcelo Medeiros, disse que houve uma discussão acalorada.
— Ninguém brigou a socos. Isso não ocorreu. Isso é loucura. Mas houve uma discussão acalorada de vários jogadores. É algo normal em dias de derrota. Ainda mais agora, que estamos nessa situação desconfortável.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...