terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Grêmio consegue penhora de parte de venda de Pratto por dívida do Galo


O Grêmio obteve nesta segunda-feira uma vitória judicial para conseguir o pagamento da dívida ainda pelo goleiro Victor, vendido ao Atlético-MG em 2012. Por decisão do juiz Mauro Caum Gonçalves, da 17ª Vara Cível de Porto Alegre, o São Paulo precisa depositar parte do dinheiro da compra do argentino Lucas Pratto junto ao Galo em uma conta dada pelo clube gaúcho. O débito dos mineiros com os tricolores vem sendo discutido judicialmente desde o ano passado.  O clube gaúcho trabalha para enviar a notificação ao São Paulo ainda na noite desta segunda.

A decisão judicial prevê o depósito pelo São Paulo diretamente em uma conta vinculada ao processo no valor de R$ 10.508.626,199. O texto também cita que um imóvel oferecido pelos mineiros para penhora tinha alienações passadas e não poderia ser utilizado para este fim. Os dois clubes serão notificados da decisão da Justiça para que a situação seja cumprida em um prazo determinado. O Galo também pode recorrer e levar o caso a maiores instâncias. 

A negociação do Atlético-MG com o São Paulo para vender Lucas Pratto girou na casa dos 6 milhões de euros (R$ 20 milhões). Ou seja, metade do dinheiro fica penhorado pela ação judicial gremista. Por meio da assessoria de comunicação do Galo, Lásaro Cândido da Cunha, diretor jurídico do clube mineiro, disse desconhecer o despacho e lembrou que o caso envolve outras pendências, que ainda são discutidas na Justiça.

- O Galo não tem nenhuma informação sobre nenhuma ordem de bloqueio, mesmo porque no processo de Porto Alegre há uma postulação do Grêmio e do Atlético, que deve ser resolvida antes de qualquer coisa. 

O Grêmio trata o despacho como um passo importante, mas não definitivo sobre o caso. O clube gaúcho busca desde 2016 receber o dinheiro da venda do goleiro - antes, durante a temporada de 2015, chegou a conversar com a diretoria do Galo tentando um acordo antes de tomar a decisão de entrar na Justiça. 

O goleiro Victor deixou o Grêmio em junho de 2012, após quatro anos no clube gaúcho. Em troca do jogador, o Grêmio teria direito a receber 50% dos direitos econômicos do zagueiro Werley, atualmente no Coritiba, e 3 milhões de euros, parcelados durante dois anos. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...